PRP na Estética: Como Funciona? Para Que Serve?

PRP-na-estética-como-funciona

Social Media

Most Popular

Categories

Entenda sobre PRP na Estética e como Funciona e Para Que Serve?

A toxina botulínica ou preenchimento de ácido hialurônico são provavelmente as primeiras coisas que vêm à mente quando se pensa em procedimentos estéticos faciais com o propósito de rejuvenescimento facial.

Existem, no entanto, uma variedade de tratamentos adicionais seguros e inovadores a partir dos quais o paciente pode escolher e o PRP na Estética é um deles, entenda nesse artigo como ele funciona.

Entre as técnicas em estudo, o uso de PRP na Estética – Plasma Rico em Plaquetas (PRP) é uma nova metodologia que tem potencial para proporcionar resultados excepcionalmente satisfatórios em um curto tempo.

Mas você sabe como funciona?

Então, prossiga com a leitura para saber tudo sobre PRP na Estética e Como Funciona?

O crescimento da estética no Brasil

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população acima dos 65 anos representará 25,5% da população em 2060.

Além de viver um estilo de vida saudável, a utilização de produtos e procedimentos cosméticos aumentará a fim de atender às necessidades de uma população mais velha.

Mas não acreditem no estereótipo de que a estética e a beleza são exclusivamente uma busca feminina.

Nos cinco anos anteriores, o componente masculino quase dobrou de tamanho.

Nós da Cursos Em Estética, que juntamente com a Dra. Thuanny Farina, especialista em procedimentos estéticos avançados, criamos uma escola para ajudar profissionais a se especializarem em cursos na área da estética.

O que é PRP na estética?

O PRP é um procedimento no qual o próprio sangue do paciente é utilizado para realizar a aplicação.

Plasma Rico em Plaquetas (PRP) é um conglomerado de células com um elevado potencial de regeneração dos tecidos da pele.

Funciona principalmente aumentando a produção de colágeno e elastina na pele, deixando-a mais firme, hidratada e nutrida, dando ao paciente uma aparência mais jovem e saudável.

Apropriado para uso na pele da face e pescoço, bem como em sulcos nasogenianos, rugas de expressão (bigode chinês), a área em torno das maçãs das bochechas, os lábios, e em certos casos os olhos (principalmente em olhos escavados).

Além de procedimentos corporais como estrias e flacidez.

O plasma irá reabsorver num curto período de tempo. Os fatores de crescimento das plaquetas, por outro lado, concentram-se no local apropriado e induzirão a criação de um tecido de enchimento autólogo.

Não é um tratamento de preenchimento, mas quando usado em conjunto com outras técnicas para restaurar gradualmente o tecido vivo para os lugares mais necessitados pode melhorar os resultados.

O procedimento pode combinar com outras técnicas como toxina botulínica, ácido hialurônico, microagulhamento e radiofrequência para obter os melhores resultados.

Como é realizado?

O profissional extrai sangue do paciente e deposita num tubo anticoagulante com cloreto de cálcio antes de centrifugar a mistura durante dez minutos numa centrífuga especial. O objetivo do cloreto de cálcio é promover a separação das plaquetas do restante da composição sanguínea que foi coletada.

A sessão é breve, durando apenas cerca de 30 minutos no total.

Por que é que o Plasma Rico em Plaquetas é importante para a regeneração dos tecidos?

Um grande número de plaquetas de sangue circula na corrente sanguínea (entre 150.000 e 400.000 por mililitro de sangue em adultos saudáveis).

Função de parar o sangramento o mais rápido possível enquanto reconstroem estruturas vasculares e tecidos regenerando a pele da área afetada.

As plaquetas têm uma função reconstrutiva porque contêm proteínas e fatores de crescimento celular que estimulam a reprodução e crescimento de novas células, o aumento da vascularização e a formação de novos vasos sanguíneos, a indução do crescimento epitelial, e a produção de colágeno e elastina, que são essenciais para a manutenção de uma complexão leve e saudável.

As vantagens mais importantes do PRP

O procedimento oferece uma variedade de benefícios para a pele do cliente, que explicamos abaixo em detalhe:

  • Ajuda a reduzir o aparecimento de rugas e manter a elasticidade da pele;
  • Promove o processo de cura da pele, permitindo-lhe recuperar rápida e naturalmente;
  • Aumenta a produção de colágeno, que ajuda a eliminar manchas, rugas e marcas de acne;
  • Permite que os poros abertos reduzem e a pele permaneça firme e uniforme de cor;

Apesar disso, a técnica PRP ainda é eficaz no rejuvenescimento, ajudando a prevenir o início das primeiras indicações de idade. Além de ser indolor para o paciente, também ajuda a hidratar e nutrir a pele.

Como o PRP age no organismo?

Devido à alta concentração de fatores de crescimento em plaquetas, o plasma Rico em plaquetas é 3 a 5 vezes mais eficaz do que o plasma normal em termos de estimular o desenvolvimento de novas células e proteínas, como o colágeno.

O colágeno é uma proteína extremamente vital na manutenção de uma aparência jovem.

Quanto tempo dura?

O efeito de cada aplicação dura cerca de três meses, e os resultados podem ser observados no dia seguinte após a conclusão da aplicação.

Em qualquer caso, o número de aplicações que cada indivíduo é determinado pelo profissional, pois varia dependendo da quantidade de rugas presentes e da profundidade das rugas;

Contudo, na maioria dos casos, o tratamento é com uma aplicação por mês durante pelo menos três meses. Rápido o plasma é absorvido e as novas células sobrevivem por um tempo maior.

No entanto, perderão suas funções à medida que o corpo continuar envelhecendo.

Cuidados pós-procedimento

Após o processo de PRP, o paciente deve evitar uma exposição prolongada ao sol e realizar outras procedimentos cosméticos que contenham ácidos. É possível observar os primeiros sinais do tratamento nos primeiros 15 dias após a utilização de plasma rico em plaquetas.

Manutenção do PRP

Para manter os resultados do tratamento PRP, é necessário repetir o procedimento a cada 6 meses a 1 ano, dependendo do grau de expressão e das marcas de envelhecimento presentes na pele do paciente.

Como são as aplicações do PRP?

A aplicação do plasma é feita sob anestesia tópica, usando agulhas de calibre muito fino para injeções intradermoterápicas para estimular a síntese de colágeno e, portanto, promover a renovação rápida da área tratada.

Indicações

Este procedimento é recomendado para pessoas que desejam melhorar a aparência da pele.

Contraindicações

Os pacientes que utilizam medicamentos anticoagulantes ou que apresentam anomalias sanguíneas que prejudicam a eficácia do tratamento devem evitar a aplicação de PRP nos seus corpos.

Sendo assim a aplicação do PRP é realizada por um profissional qualificado e especialista área evitar efeitos indesejados.

Por fim, se você gostou deste artigo sobre PRP para Estética e o achou útil, compartilhe-o com seus amigos!

Nós da Cursos Em Estética, que juntamente com a Dra. Thuanny Farina, especialista em procedimentos estéticos avançados, criamos uma escola para ajudar profissionais a se especializarem em cursos na área da estética.

Share:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

On Key

Posts Relacionados

Habilitação Coffito

Cursos de Capacitação para Fisioterapeutas espaço A Cursos em Estética é habilitada pelo Coffito a ministrar cursos de capacitação para profissionais fisioterapeutas de Toxina Botulínica,

Ácido Alfa Lipóico

Ácido Alfa Lipóico É um ácido graxo de cadeia curta, encontrado nas mitocôndrias, sintetizado no fígado e também é obtido na dieta pelas carnes de

Você sabe o que é BCAA?

Você sabe o que é BCAA O termo BCAA é na verdade uma abreviação de Branched Chain Amino Acids, ou Aminoácidos de Cadeia Ramificada, que