Fios PDO de sustentação: Como Funciona? Quanto Custa?

fios de sustentação

Social Media

Most Popular

Categories

Os Fios PDO de sustentação são as técnicas queridinhas do momento, Mas como de fato funciona ou quanto custa esse procedimento?

Ao passo que envelhecemos a capacidade do nosso corpo de produzir colágeno cai consideravelmente, o que é uma parte normal do processo.

Com efeito do processo natural começamos a perder a firmeza de nossa pele, o que resulta no surgimento de linhas de expressão e rugas, bochechas caídas, “bigode chinês” e “linhas de marionetes”.

Felizmente, bioestimuladores de colágeno estão disponíveis, que são responsáveis pela prevenção de rugas, flacidez, e perda de firmeza, bem como o atraso do envelhecimento.

Por isso os fios PDO de sustentação estão incluídos nesta categoria.

Então, continue aqui no post comigo que você saberá o que são os fios de sustentação de PDO. Vamos lá?

O que são fios x de sustentação de PDO?

Primeiramente os fios de sustentação PDO (polidioxanona) são multifilamentos biodegradáveis e biocompatíveis que ajudam na regeneração da pele e na criação progressiva de colágeno no corpo.

Dessa forma a diferença dos produtos atuais é são absorvidos na pele e não são definitivos e a curto prazo.
Com toda a certeza existe vantagens a principal é que possuem impacto muito mais natural e têm menos efeitos adversos do que os procedimentos.

Como o procedimento é feito?

O tratamento começa com a delineação da região de aplicação, seguido pela aplicação do anestésico local e a inserção das agulhas, que são então guiadas sob a pele assim que são introduzidas.

Dessa forma, os fios são inseridos em várias regiões, como uma rede, e quando absorvido, o colágeno assume como substituto dos outros fios.

Por isso conheça mais da nossa formação e faça parte você também. Clique aqui

Atualmente, nós da Cursos Em Estética, juntamente com a Dra. Thuanny Farina, especialista em procedimentos estéticos avançados, criamos uma formação Master em FIOS de DPO Facial e Corporal.

Áreas de aplicação dos fios de sustentação

Os fios de sustentação de PDO pode ser aplicado em qualquer parte do rosto e do corpo, suavizando as linhas de expressão e flacidez.

Além disso causam rearranjo tecidual ao longo do tempo, permitindo que a pele permaneça visível o tempo todo.

Como resultado, os fios de sustentação são amplamente empregados para:

  • Suavizar o bigode chinês;
  • Aumentar a rigidez da pele;
  • Definir os contornos da face e do maxilar
  • Corrigir a flacidez da pele.

O resultado é imediato?

Primeiramente, há uma ligeira elevação devido à tração exercida pelos fios aplicados, e nos meses seguintes, há uma estimulação da produção natural de colágeno pelo corpo, para apresentar um ciclo de aproximadamente 21 a 30 dias, que nos proporciona resultados progressivos, com os efeitos finais tornando-se mais visíveis dentro de 30 a 60 dias após a conclusão do procedimento.

Quanto tempo dura o efeito dos fios de sustentação na pele?

A princípio é fundamental que o paciente tenha uma expectativa realista de quanto tempo o procedimento levará.

Além disso, o tempo pode variar substancialmente de pessoa para pessoa. Por isso o processo de envelhecimento leva em conta uma variedade de elementos genéticos, além de influências extrínsecas na aparência da pessoa.

Como resultado, os efeitos dos fios de sustentação podem durar de 6 a 18 meses após a sua aplicação.

Por isso cada região do rosto ou corpo requer uma aplicação e uma quantidade de fios diferentes, sendo adaptada às necessidades do paciente.

Indicação e as áreas de aplicação ?

A princípio esse procedimento é recomendado para indivíduos que possui algum grau de flacidez de pele ou que querem corrigir as rugas faciais ou flacidez corporal.

É igualmente crucial salientar que cada indivíduo apresenta estes indicadores de flacidez a um nível diferente e a uma idade diferente, mas é possível efetuar o tratamento a partir dos primeiros sinais.

As seguintes regiões são as mais sugeridas para o procedimento de implantação de fios:

  • Reiniciar os contornos da face (malar, maxilar, etc.)
  • Sulcos faciais
  • O pescoço e a papada
  • Regiões corporais como glúteos e abdômen

Além desses locais, ainda é habitual ver o uso de fios em áreas como a glabela (entre as sobrancelhas e os olhos), ou mesmo no corpo (braços, abdômen, coxas internas, etc.).

Há algum tipo de contraindicação?

Além disso os fios de sustentação de PDO são contraindicados para:

  • Pacientes com distúrbios de coagulação
  • Diabetes
  • Doenças autoimunes
  • Mulheres grávidas e lactantes
  • Não é recomendado que em estágios avançados de flacidez e envelhecimento faça o procedimento.

Qual o preço da aplicação dos fios?

Além disso, os fios de sustentação de PDO é extremamente versátil e é usado na face e no corpo.

Como resultado, o valor do procedimento pode variar significativamente.

Cada situação é avaliada por um profissional qualificado que determina quantos fios serão necessários para alcançar o resultado possível.

Quais são os cuidados depois do procedimento? 

Por fim após o procedimento algumas recomendações devem ser seguidas:

  • Não esfregue o rosto
  • Não faça movimentos faciais como abrir excessivamente a boca
  • Evite exercícios físicos
  • Evitar banhos muito quentes
  • Não se exponha ao calor excessivo e cuidado com sol

Se acaso você gostou deste artigo e o achou útil, compartilhe-o com seus amigos!

Share:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

On Key

Posts Relacionados

Habilitação Coffito

Cursos de Capacitação para Fisioterapeutas espaço A Cursos em Estética é habilitada pelo Coffito a ministrar cursos de capacitação para profissionais fisioterapeutas de Toxina Botulínica,

Ácido Alfa Lipóico

Ácido Alfa Lipóico É um ácido graxo de cadeia curta, encontrado nas mitocôndrias, sintetizado no fígado e também é obtido na dieta pelas carnes de

Você sabe o que é BCAA?

Você sabe o que é BCAA O termo BCAA é na verdade uma abreviação de Branched Chain Amino Acids, ou Aminoácidos de Cadeia Ramificada, que